Hepatomegalia - Sintomas e causas de dieta para aumento do fígado


Não hepatomegalia isso significa?

Na verdade, o aumento do fígado não uma doença (no sentido estrito do termo), ao contrário, é um sinal que indica a presença de um problema subjacente de uma natureza diferente. A situação é, por conseguinte, não deve ser subestimada, porque o fígado é um órgão do sistema digestivo que realiza muitas funções essenciais. Entre estes é, por exemplo, a função de produção de bílis, bem como a produção de hormonas. Este órgão também ajuda a remover as toxinas do sangue, incluindo as introduzidas pela ingestão de certos medicamentos. Uma outra função principal realizada por isso é de que o controle da gordura e colesterol.

Aumento do fígado



Sintomas Hepatomegalia 


Normalmente, o aumento do fígado não traz consigo o aparecimento de sintomas e doenças relevantes. No entanto, casos em que a condição é acompanhada de sintomas graves devem ser avaliados com mais cuidado uma vez que este é geralmente um sinal de uma doença grave do fígado. Sintomas preocupantes podem incluir confusão, alucinações, fadiga extrema ou fraqueza constante, desmaios, náuseas, vômitos, às vezes acompanhada de sangramento ou de outra forma febre muitas vezes combinados na presença de um abdómen inchado particular. Ainda outros possíveis sintomas incluem náuseas, dor abdominal, bellyache, diarréia, dificuldade em compreender e icterícia. No caso de você sentir algum destes sintomas e da mesma forma, se a pele é bronzeada, é altamente recomendável consultar um médico.


Causas de aumento do fígado

Um aumento do fígado é na maioria dos casos causadas por doenças do fígado relacionadas com o consumo excessivo de álcool; caso contrário, é possível que o problema está relacionado com insuficiência cardíaca congestiva, doença de armazenamento de glicogénio, hepatite viral, cancro e esteatose hepática, ou pela presença de gordura no fígado.

Em adição a estes factores, a condição de aumento do fígado, podem também ser causada por uma ampla variedade de distúrbios, tais como: mononucleose ou metástase de tumor e, portanto, o problema poderá ser dependente da presença de tumores anteriores.


Cuidado

O tratamento é estabelecida em consequência para a causa de base, que gerou o problema e é também diferente, dependendo da condição do paciente.

Uma terapia baseada em medicamentos só será possível no caso da presença do fígado aumentado é relacionada com uma doença ou um problema específico. Na ausência de um tratamento ou no caso em que nenhuma disposição está feita para modificar e melhorar a sua dieta de forma adequada, a condição em que está localizado o fígado não tenderá a melhorar, por si só, mas em vez irá continuar a piorar até complicações atingindo tal como, por exemplo, insuficiência hepática.


Remédios naturais

Suplementos de ervas têm capacidade substancial para a melhoria das condições que afetam o fígado. A este respeito são dadas suplementos, como cardo de leite incluem entre os seus ingredientes. Estes são recomendados porque eles fornecem suporte ao aumento do fígado, reduzindo o seu tamanho. Na realidade, o efeito do cardo de leite sobre o fígado, não foi aprovado por médicos.

Outros remédios naturais incluem o uso de aloés Indiano. Para o tratamento de aumento do fígado, é suficiente usar uma única folha da planta, dos quais, em particular, deve ser tomado a partir do suco; ele deve ser misturado com sal preto e gengibre. Tendo todas as manhãs, durante dez dias consecutivos, esta mistura, pode reduzir gradualmente o tamanho do fígado.

Outro composto eficaz é obtida pela combinação de Amla pó, combinado com 300 g de pó de gengibre e ainda mais 100 g na forma seca. Basta dar uma colher de chá do presente composto foi misturado com água, uma vez de manhã e uma à noite, para resolver a condição em que o fígado está localizada.

Outra solução é beber o suco de chicória derivada de suas flores, raízes e sementes. O sumo assim obtido é muito útil para a outra para o tratamento de não só o aumento do fígado, mas também as suas outras diversas condições. O dente é recomendada, uma vez que funciona bem, não só sobre o fígado, mas também no baço. Elementos frequentemente presentes em conjunto em caso de aumento do fígado. Para este efeito, é aconselhável preparar uma decocção, por meio de pó de raiz para o qual deve então ser adicionado à água em ebulição. As quantidades são, respectivamente, de 60 gramas para a raiz e metade de um litro de água. Deixar o calor durante meia hora a partir do início da ebulição. Suponha doses de 30, máximo de 60 ml em duas ou três vezes durante o dia.


Transtornos

Em geral, a presença de um aumento do fígado não é dado a conhecer, a menos que seja efectuada alguma exame físico específico. Nenhum fato observados sinais exteriores visíveis. No máximo, é possível que a aresta de fígado emerge empurrando para o lado direito da caixa toráxica, e, em seguida, é possível que nesta forma transtornos para o paciente escrita durante uma inalação profunda. Às vezes, mesmo durante uma respiração profunda, a detecção de um aumento do fígado pode não ser detectado por um médico, com a única visita física.

Após o exame físico, eles são, de facto, geralmente necessários ensaios adicionais, se o médico tem suspeita que o fígado não está em seu tamanho normal. Desta forma, será possível para se chegar ao diagnóstico correcto.


Aumento do fígado:

  • Aumento do fígado o que fazer?
  • Aumento do fígado e do estresse
  • Causas aumento do fígado
  • Tratamento aumento do fígado
  • Doenças hepáticas aumentados
  • Alargada dieta fígado


O que fazer

O primeiro passo para resolver o problema é a completa abstenção de consumo de álcool. Beber mesmo de forma limitada pode trazê-lo para uma acumulação de gordura, bem como inflamação ou ainda pior, cicatrizes no fígado. A única assunção de uma pequena quantidade de álcool pode ser realmente fatal para o estado de saúde já comprometidos.

Você não pode seguir um tratamento com medicamentos para tratar aumento do fígado: a dieta é a única opção para o caso. A única perda de algumas libras pode ser uma ajuda tremenda para a melhoria das condições, até atingir o tamanho normal do fígado. 

Se necessário, recomenda tomar suplementos, a fim de impulsionar o sistema imunológico. Importantes são integrações de vitamina A (retinol), C, sobre os do B suplementos complexos têm igual importância dos minerais como o magnésio, potássio e cálcio.

Dieta e nutrição

Diabetes, bem como a obesidade estão implicados na presença de um aumento do fígado. Precisamente por esta razão, a fonte de alimentação assume uma importância relevante para a resolução da doença.

Tendo em conta os factores básicos que conduzem ao problema, a dieta Deve antes de tudo apontar para uma redução na quantidade de carboidratos refinados consumidos diariamente. Isto significa, em outras palavras, eliminar o consumo de doces, pão, bolinhos, massas e outros pratos que contêm doses elevadas de açúcar. Evite da mesma forma o consumo de bebidas açucaradas, como refrigerantes e sucos de frutas.

Para compensar a falta de carboidratos processados ​​você pode consumir e substituir esses alimentos são particularmente refinado com o consumo de grandes quantidades de frutas e vegetais crus. Recomenda-se no entanto, para limitar o consumo de produtos lácteos em geral; não há restrições especiais sobre o consumo de queijo e iogurte natural.

Beba muita água, de modo a oferecer ajuda ao corpo para a eliminação de toxinas.

É melhor dividir as refeições em quatro, no máximo seis pequenas rações, ao invés de apenas três grandes refeições.

Estresse

Na presença de um aumento do fígado também o stress desempenha um papel importante. Com relação a esse fator, é aconselhável fazer um monte de atividade física, pois desta forma você pode limpar o corpo e, em seguida, o fígado de toxinas e, ao mesmo tempo que alivia o stress. Atividades recomendadas nestas situações são: meditação, ioga, jogging ao ar livre, passeios de barco, passeios a cavalo ou golfe contrário.

N.B. :) imagem irreal